Inicio
Amsterdam
Assis
Atenas
Barcelona
Bath
Berlin
Biarritz
Blackpool
Bordeaux
Bratislava
Brighton
Brugge
Bruxelas
Budapeste
Cambridge
Cardiff
Chamonix
Chester
Copenhagen
Dusseldorf
Edinburgh
Estocolmo
Firenze
Frankfurt
Glasgow
Grenoble
Heildelberg
Helsinque
Innsbruck
Inverness
Istambul
Koln
Liechtenstein
Lisboa
Liverpool
Londres
Luxemburgo
Madri
Manchester
Milano
Monaco
Moscou
Munique
Nice
Oslo
Oxford
Paris
Portsmouth

Praga
Reims
Roma
Rouen
Salzburgh
San Malo
Sao Petersburgo
Talin
Toulouse
Varsovia
Veneza
Viena
Winchester
York
Zurich

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

Inverness é a maior cidade do norte da Escócia e capital das terras altas, conhecidas como Highlands, local de muitas lendas e tradições. É uma cidade pequena e tranqüila, cortada pelo rio Ness, e naquele ano foi o extremo mais ao norte de nosso passeio pelo Reino Unido. Ao chegar lá ficamos sabendo que uma pesquisa nacional deu a Inverness o título de quinta melhor cidade do país em termos de categoria de vida, o que só comprovaria que ela é uma grande pequena cidade. Não chegamos a descobrir que pesquisa foi essa, mas ela provavelmente está certa, pois pelo que vimos a ida até o extremo norte da ilha, conhecer a capital das Highlands, valeu a pena em cada minuto. 

   

Um dos melhores roteiros de Inverness é percorrer a margem do rio Ness, que corta a cidade ao meio e virou ponto de referência para quase tudo por aqui. Atravessando a ponte de pedestres que aparece na foto chega-se ao lado esquerdo de sua margem, onde fica a parte mais bucólica de Inverness, e onde destaca-se o agradável Bught Park. Perto fica também Floral Hall, uma estufa com plantas tropicais e peixes.

Um dos grandes eventos da cidade é Inverness Tatto, quando acontecem desfiles militares com bandas escocesas vestidas com roupas tradicionais, danças e festivais de pratos típicos. Infelizmente não ocorreu durante a nossa visita, mas fica aqui a sugestão para quando você for visitar a cidade.

O Haggis é talvez o mais famoso prato dentre todas as iguarias tipicamente escocesas e pode ser encontrado com facilidades nos restaurantes locais. É preparado com carne do coração, fígado ou pulmão de ovelha, misturada com sal, cebolas, pimenta e aveia. A mistura é fervida e depois de pronta é enfiada num saco de onde é servida. Faz muito sucesso entre os escoceses. Não nos animamos a experimentar.

 

Outro evento importante da cidade é o Marymas Fair, festival que acontece desde 1590 no dia da rainha Mary (15 de agosto). Começa com um desfile de carruagens que vai da catedral até o centro, com os participantes vestidos com roupas da época medieval. Ao mesmo tempo, no Northern Meeting são organizadas barraquinhas de pratos típicos etc. A festa termina sempre com a coroação da rainha Mary. Outros eventos tradicionais em Inverness são o Inverness Music Festival (fevereiro e março), Highland Walking Festival (maio e junho), Festival Gastronômico das Highlands (início de junho) e Festival de Música Inverness Mod ( junho). Ao lado, uma rua central da cidade.

 

Se o haggis dos escoceses não for capaz de abrir seu apetite, Inverness tem outras opções mais atraentes. Vá ao Girvan's, quase em frente ao shopping Eastgate, que tem uma boa variedade de pratos e não é caro. Em frente ao rio, bem perto da ponte principal, fica ainda o Johnie Foxes, um pub irlandês com música ao vivo à noite. Também há o Shapla, um restaurante indiano bem em frente ao castelo da cidade ou ainda o River Cafe and Restaurant, no número 10 da Bank Street, bem perto da ponte de pedestres. Ao lado, uma imagem de um dos canais que cortam os arredores de Inverness, e seus barcos de pesca.

 

No alto de uma colina situa-se o principal ícone arquitetônico da cidade, o castelo de Inverness. Apesar da aparência medieval, não é um castelo autêntico, e foi construído em 1835, no mesmo local onde havia uma fortaleza. Para ver os principais pontos da cidade, uma boa idéia é pegar um dos passeios de ônibus turísticos que saem a cada 45 minutos da Central Bus Station. Outro roteiro interessante é ir até Culloden Moor, um passeio de 80 minutos. O castelo Cawdor (este sim é autêntico) fica a 20 km de Inverness, seguindo pela estrada A82, e também vale a pena ser visitado. Ou então vá até Loch Ness, pouco ao sul da cidade, onde dizem que mora o famoso Monstro de Loch Ness.

 

Ao fundo desta foto, na outra margem do rio Ness, aparecem em destaque as torres da Saint Andrew's Cathedral, a mais bonita da cidade. Se você tem interesse especial em conhecer lugares históricos, não pode deixar de visitar o Culloden, apenas 8 km a este da cidade, seguindo pela estrada B9006. Neste local, em 1746, foi travada a maior batalha ocorrida na Grã-Bretanha, quando o exército escocês do príncipe Edward Stewart foi dizimado pelas tropas inglesas do Duque de Cumberland. Diversos pontos históricos foram preservados, como as tumbas dos vários clans escoceses que participaram da batalha, a pedra de Cumberland e o Memorial Cairn. Nos meses de verão são feitas encenações ao vivo no local, recriando a batalha.

 

Inverness tem como característica os prédios construídos com pedras, um estilo arquitetônico que pode ser considerado como marca registrada da Escócia. As pedras são usadas em todo lugar, e a maior parte das pequenas estradas que cortam o interior do país também são margeadas nos dois lados por muros de pedras, para demarcar o terreno e manter as sempre presentes ovelhas longe dos carros. Cercas com postes de madeira ou arame não vimos em lugar algum.

 

A principal rua de comércio da cidade é a High Street, que aparece nesta foto e o shopping Eastgate, bem perto dela, também é uma boa alternativa para se encontrar produtos típicos. Entre os itens mais procurados pelos visitantes estão sempre as roupas de lã cashemere, tecidos tartan, kilts, joalherias e como sempre aqueles deliciosos biscoitos amanteigados que derretem na boca. Se você prefere coisas bem autênticas e quer fazer compras no mesmo lugar dos moradores de Inverness vá até o Victorian Market, uma arcada antiga repleta de bancas vendendo todo tipo de produtos, peixes, frutas, roupas, queijos, fazendo do lugar uma profusão de cores, sabores e odores.

Caminhando pelas ruas centrais de Inverness é fácil encontrar algum músico vestido com trajes típicos e tocando sua gaita de foles. Nos meses de verão a cidade vive seu pique de turismo e quase sempre há apresentações de música e dança da tradicional Inverness Pipe Band, ao longo da High Street. Outras apresentações costumam acontecer no Eden Court Theatre, um dos principais teatros da cidade. Em agosto acontece ainda o festival de Drumnadrochit, em Loch Ness, com danças e gaiteiros

Os Highlands Games, competições esportivas muito populares na região de Inverness, são também chamados de Gatherings e acontecem nos meses do verão, geralmente no Bught Park. Há concursos de tocadores de gaitas de fole (conhecidas como bag pipes), danças típicas e eventos esportivos. Existem dois gêneros principais de músicas para gaitas de foles. A March é composta para as danças típicas ou para marchar e a Pibroch é um tipo de sinfonia para ser executada apenas ao som das gaitas. Todos estes gêneros podem ser vistos durante o festival do Inverness Tatoo, geralmente em fins de julho. 

Para quem quer explorar as Highlands, Inverness é o ponto de partida ideal. Por perto estão diversas localidades turísticas, como Beaully, uma pequena cidade com ruínas históricas do século 13, ou ento os campos de Strathfarra Glen ou ainda os castelos de Monjack, Urquhart e Stuart. Inverness é apenas a porta de entrada de todo o norte da Escócia e nos deixou lembranças ótimas. E quem sabe da próxima vez até mesmo nos animamos a experimentar um prato de Haggis... 

 

A música desta página é Bucks. Para interromper sua execução clique em X (parar)