Inicio
Amsterdam
Assis
Atenas
Barcelona
Bath
Berlin
Biarritz
Blackpool
Bordeaux
Bratislava
Brighton
Brugge
Bruxelas
Budapeste
Cambridge
Cardiff
Chamonix
Chester
Copenhagen
Dusseldorf
Edinburgh
Estocolmo
Firenze
Frankfurt
Glasgow
Grenoble
Heildelberg
Helsinque
Innsbruck
Inverness
Istambul
Koln
Liechtenstein
Lisboa
Liverpool
Londres
Luxemburgo
Madri
Manchester
Milano
Monaco
Moscou
Munique
Nice
Oslo
Oxford
Paris
Portsmouth

Praga
Reims
Roma
Rouen
Salzburgh
San Malo
Sao Petersburgo
Talin
Toulouse
Varsovia
Veneza
Viena
Winchester
York
Zurich

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

Grenoble é uma das cidades mais aprazíveis da França. É um lugar relativamente pequeno, situado próximo aos Alpes franceses, banhado pelo rio Isére, com belos prédios, trânsito civilizado e sobretudo de astral positivo, pois como sedia uma das mais tradicionais universidades do país é um lugar repleto de gente jovem e alegre pelas ruas. Considerada a porta de entrada dos Alpes Franceses, a região de Rhône-Alpes atrai não somente estudantes, mas também turistas de todos os lugares.

   

Como uma cidade universitária, alguns dos prédios de maior destaque de Grenoble são de faculdades. Dentre as mais famosas figuram a Université Joseph Fourier, dedicada ao estudo de ciência, tecnologia e medicina, a Université Pierre Mendès France, especializada em ciências sociais, a Université Stendhal, famosa pelos cursos de línguas e literatura, e ainda o renomado Institut National Polytechnique de Grenoble, uma das melhores escolas de engenharia da França. Mesmo quem não é estudante não tem como deixar de ser contagiado pela enorme e animada massa de jovens que parece estar em todos os lugares e ruas de Grenoble.

Vídeo: Percorrendo o Centro de Grenoble

Um dos recantos mais agradáveis de Grenoble é junto às margens do rio Isére. O conjunto de prédios e gramados, com as montanhas Chartreuse por trás foram um conjunto harmônico e que transmite uma agradável sensação de paz ao se caminhar por aqui. Sugerimos começar sua visita embarcando na mais famosa atração turística da cidade, o teleférico que atravessa o rio e sobe até o mirante situado no topo da montanha em frente. A estação de embarque é junto à margem sul do rio, frente ao Jardin de Ville. Não apenas o passeio é emocionante, mas também da outra extremidade da linha, onde fica o Fort de la Bastille, tem-se a melhor vista de Grenoble.

 

O filósofo Stendhal dizia que "em Grenoble no fim de cada rua existe uma montanha", e elas são realmente uma presença constante na cidade. Algumas chegam a dois mil metros de altitude e constituem um convite irresistível a diversos tipos de atividades esportivas, como montanhismo, caminhadas e passeios de bicicleta, sendo que no inverno os esportes praticados na neve e gelo predominam. Ao lado, uma imagem feita junto ao rio Isére, mostrando um trecho da margem norte, e a base das montanhas.

 

Na imagem ao lado estão as pequenas bolhas do teleférico que leva os visitantes da Jardin de Ville até o Fort de la Bastille. Já andamos em diversos teleféricos, mas a verdade é nunca tínhamos visto nenhum tão original quanto este. Como as cabines são todas de vidro, tem-se a impressão de estar flutuando no ar, enquanto se cruza o rio e vê-se a cidade distanciar-se cada vez mais. Sob nossos pés surge então a margem norte do rio Isére, repleta de pequenos restaurantes, quase encostados um no outro. Aliás, esta parte da cidade também merece ser percorrida com calma, e é um dos pontos mais indicados na cidade para uma boa refeição acompanhada de um visual privilegiado. 

Alguns pontos imperdíveis de uma visita a Grenoble são a Vieille Ville, o Hotel de Ville e seu pátio, a Église de Saint Laurent e sua cripta. Visite também o Musée des Troupes de Montagne, que conta a história das famosas tropas montanhesas de elite da França, que tiveram importante participação nas batalhas travadas nos Alpes, durante a 2a guerra

Vídeo: Teleférico de Grenoble

Para quem estiver interessado no lado cultural Grenoble tem ótimos museus, com destaque para o Musée de Grenoble, Musée Dauphinois e Musée de Peinture et Sculpture. Outros pontos que não podem ser esquecidos numa visita são as fortificações históricas do Fort de la Bastille, o Jardin et Palais des Dauphins, igreja de Saint Laurent e sua cripta (situados na margem norte do rio Isére), o magnífico Palácio do Bispo e a Catedral de Notre Dame.

 

Grenoble ainda conserva características de cidade pequena. Na margem sul do rio, visite a região em torno do Jardin de Ville, Place Grenette, Place Victor Hugo, Église St. Louis e Église St. Andre, onde está a chamada Vieille Ville. O contorno da cidade tem largas e arborizadas avenidas, mas caminhando pela cidade antiga encontram-se ainda áreas exclusivas de pedestres e um comércio muito diversificado.

Depois de andar tanto pela cidade você certamente vai estar com fome, então experimente a simpática brasserie Les Trois Canards (Avenue Felix Vialet 2), ou então o restaurante Au petit savoyard (Rue Génissieu 2), que serve uma grande variedade de queijos da região. Outra alternativa é o Le Tonneau de Diogène (Place Notre Dame), ou o Le Couche Tard (Rue du Palais), dois dos mais animados barzinhos da cidade, principalmente quando cai a noite.

 

Um dos pontos mais agradáveis e animados da cidade é a região que aparece ao lado, próxima à Place Grenette. É repleta de restaurantes com mesinhas nas calçadas, casais e estudantes tagarelas botando os assuntos em dia. Almoce no simpático restaurante Bistro Saint Christopher, situado na Place Saint Bruno. Depois faça a digestão caminhando e aproveite para visitar os interessantes Musée de la Resistance (Rue Hébert 14) e Musée de la Resistance et Deportation (Rue J.J Rousseau 14). Os dois mostram alguns aspectos da 2a guerra na vida da França daquela época.

 

Para quem não quer subir a montanha nas famosas bolhas de Grenoble há outra alternativa. O ciclismo sempre foi um dos esportes favoritos do franceses e para isto Grenoble tem opções ótimas. Há diversas trilhas montanha acima, com destaque para as subidas do Col Luitel (muito inclinada), Balcon de Belledonne (com diversas curvas), Col de la Croix de Fer, Col de la Madeleine e Col du Galibier, sendo estas últimas indicadas apenas para quem tem muita resistência. Grenoble é cercada por uma natureza privilegiada e as regiões de Vercors, Belledonne e Chartreuse estão entre as mais bonitas do país. A pouca distância ficam ainda os parques naturais de Oisans e Trièves, e para quem dispõe de mais tempo para explorar a região, vale esticar até Maurienne, Ecrins e Tarentaise, a cerca de 90 minutos de carro de Grenoble. 

 

Grenoble está situada a 560 km de Paris e 280 km de Marselha. Nesta cidade foram disputados os jogos olímpicos de inverno de 1968, e atualmente existem cerca de vinte centros de esportes de inverno na área, sendo que os mais próximos estão apenas a meia hora de carro. Não fomos lá para assistir e muito menos para participar destes jogos, por isso podemos afirmar que, mesmo que você também não seja praticante de esportes de inverno vai adorar visitar Grenoble, uma pequena jóia encravada aos pés do Alpes.

 

 

A música desta página é La Vie en Rose. Para interromper sua execução clique em X (parar)