Inicio
Calico Ghost Town
Carcassone
Carlsbad Caverns
Grand Canyon
Ilhas Gregas
Loch Ness
Mammoth Cave
Canal da Mancha
Monument Valley
Niagara Falls
Painted Desert
Rio Reno
Route 66
Mont Saint Michel
Sequoia Natl Park
Stonehenge

 

 

 

 

Por séculos Stonehenge tem intrigado leigos e estudiosos e diversas teorias sobre as razões de sua construção já foram aventadas e discutidas, mas até hoje não foi possível determinar-se com certeza as razões que levaram os antigos Celtas à construção deste altar de pedras. O mistério que envolve este monumento pré-histórico transformou o local num dos sítios mais visitados da Inglaterra, seja por adeptos de teorias de outras civilizações, estudiosos, historiadores, ou simplesmente curiosos.

Naquele ano fazíamos um roteiro pelo sudoeste da Inglaterra, estávamos a caminho da cidade de Salisbury, a hora estava adiantada e não queríamos chegar a nosso hotel tarde da noite, mas quando vimos as placas à beira da estrada indicando que Stonehenge estava próximo resolvemos em cima da hora mudar nosso roteiro e ir até lá. Não dava para deixar passar. Ao lado, a foto que fizemos logo ao chegar no estacionamento, em meio a onibus turísticos e carros particulares.

   

Stonehenge é o monumento pré-histórico mais importante da Inglaterra e não há nada semelhante a ele em todo o mundo. Este altar de pedras tem sido usado há 5000 anos e até hoje não se tem certeza absoluta qual era sua finalidade. Rituais Druidas, cerimônias em homenagem ao sol, ou portal de entrada de outras civilizações são possibilidades sempre lembradas. Situado em campo aberto, no meio de lugar nenhum, e rodeado por verdes gramados até onde a vista alcança, uma visita a Stonehenge tem o poder de mecher com nossa imaginação, e faz a gente viajar com todas as possibilidades que teriam levado à sua contrução, e o que aconteceria entre estas pedras.


 

O desenho ao lado mostra como era originalmente o círculo central de Stonehenge. O monumento era formada por dois círculos concêntricos, e na parte interior existia um grande altar central, formado por cinco grande grupos de blocos, cada um com três pedras, duas verticais e uma terceira apoiada sobre as outras duas. As pedras foram trazidas de até 400 km de distância, sendo que algumas pesam 45 toneladas e tem 5 metros de altura. Infelizmente grande parte do monumento já ruiu ou teve suas pedras removidas em épocas anteriores, por civilizações pouco preocupadas em preservas esta herança histórica.

 

Ao lado, uma foto aérea mostra a aparência de Stonehenge atualmente. Alguns relatos históricos contam que os Druidas, tribo Celta que habitou a região da Inglaterra durante o império Romano costumavam fazer diversas cerimônias entre estas pedras, mas é certo que não foram eles que construíram Stonehenge, pois o monumento já existia quando os Druidas chegaram à Inglaterra. Os Druidas apenas herdaram a tradição, costumes e rituais dos primeiros moradores deste lugar.

 

O desenho ao lado mostra representa duas vistas de Stonehenge, uma vista superior, onde podem ser vistos os dois círculos e os cinco grandes conjuntos centrais de pedras, e no desenho inferior uma perspectiva do conjunto, como era originalmente.

Atualmente não é mais possível aos visitantes caminhar por entre as pedras ou sob as mesmas. A adminstração do local decidiu restringir o acesso para evitar a degradação do monumento, pois num passado recente, existia que quisesse subir nas pedras, gravas mensagens ou até mesmo quebrar pedaços e levar para casa com lembrança. Somente em poucas ocasiões especiais, e para grupos previamente agendados, é permitido acesso ao núcleo central do monumento.

Hoje, somente pássaros acessam as pedras, voam e pousam sobre elas, sem dar atenção à todas as questões que envolvem este lugar, ou às centenas de turistas que vem aqui diariamente.

 

Estima-se que o fim de Stonehenge tenha acontecido por volta do ano 1600 AC. Teria sido nesta época que começou sua destruição. Apesar do tamanho enorme, muitas das pedras simplesmente desapareceram, ninguém sabe como, nem onde foram parar, mas provavelmente foram quebradas em pedaços e utilizadas em construções.  Ao mesmo tempo, muitas pedras menores foram levadas por visitantes que queriam levar uma lembrança. Felizmente, alguém resolveu tomar uma providência antes que não sobrasse mais nada, mesmo assim, quando isto aconteceu, grande parte do monumento já não estava mais lá. Em 1918 o conjunto começou a ser recuperado, e muitas das grande pedras que estavam inclinadas e ameaçando tombar foram reerguidas.

Vídeo: Visitando Stonehenge

Atualmente, Stonehenge é administrado pelo English Heritage, e como o número de visitantes é de cerca de setecentos mil por ano, medidas rigorosas foram tomadas para garantir sua preservação.

 

Ao redor do monumento principal existem outras obras intrigantes. Afastado de Stonehenge, 800 m ao norte está o chamado Cursum. Semelhante a uma pista reta de corridas de cavalos, com 2,8 km de comprimento e 90 m de largura, imagina-se que ele também era usado em cerimoniais religiosos e procissões. Alguns adeptos do estudo dos OVNI afirmam entretanto que seu objetivo teria sido servir como pista de pouso para naves de outros planetas.

 

Os diagramas ao lado mostram mais detalhes de Stonehenge original, bem como do terreno que circundava o núcleo de pedras. O círculo externo media 86 m de diâmetro e o círculo interno, com as pedras maiores, media 30 m. Havia ainda uma avenida de acesso principal onde ficavam os portais de pedra, marcando o alinhamento do sol e os ciclos da lua. Analisando-se as pedras viu-se que elas foram cortadas para encaixar exatamente uma na outra, o que é incrível, já que na época não existiam ferramentas de construção com esta precisão. Adicionalmente, se alguém traçar uma linha no chão, passando no meio do círculo formado pelas pedras, verá que esta linha aponta para a posição do nascer do sol no solstício de verão.

Site oficial: Stonehenge

 

Não somente a história de Stonehenge intriga, mas também as dimensões desta pedras. Veja na foto ao lado, o tamanho das pessoas quando comparadas às dimensões das grandes rochas verticais.

Site com informações úteis: Stonehenge

Diversas pedras de Stonehenge tem desenhos ou inscrições feitas pelas antigas civilizações, embora já estejam bastante apagadas pelo tempo. Como o local não fica longe de Londres, há diversas excursões de um dia que vão até lá. Se você está de carro, Stonehenge fica duas milhas a oeste de Amesbury, quase na junção das estradas A303 e A344.

Depois da visita a Stonehenge, ficam muitas dúvidas, algumas suposições, e poucas certezas. Porque pedras tão grandes e pesadas foram trazidas de tão longe, exatamente para este lugar? Quem construiu o monumento e porque? Sozinhos ou tiveram ajuda de alguma outra civilização? Que civilizações eram estas, que já na pré-história tinham conhecimentos tão profundos de astronomia, engenharia, e matemática? Teria sido Stonehenge realmente construído com ajuda de povos vindos de outros planetas, ou isto tudo seria somente ficção?
Ao chegar em hosso hotel, Stonehenge era um assunto que iria render aquela noite inteira...

 

 

A música desta página é Cursum Perficium, canção de origem Celta. Para interromper sua execução clique em X (parar).