Inicio
Amsterdam
Assis
Atenas
Barcelona
Bath
Berlin
Biarritz
Blackpool
Bordeaux
Bratislava
Brighton
Brugge
Bruxelas
Budapeste
Cambridge
Cardiff
Chamonix
Chester
Copenhagen
Dusseldorf
Edinburgh
Estocolmo
Firenze
Frankfurt
Glasgow
Grenoble
Heildelberg
Helsinque
Innsbruck
Inverness
Istambul
Koln
Liechtenstein
Lisboa
Liverpool
Londres
Luxemburgo
Madri
Manchester
Milano
Monaco
Moscou
Munique
Nice
Oslo
Oxford
Paris
Portsmouth

Praga
Reims
Roma
Rouen
Salzburgh
San Malo
Sao Petersburgo
Talin
Toulouse
Varsovia
Veneza
Viena
Winchester
York
Zurich

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

Durante a idade média ela foi considerada como a cidade mais suja da Europa, entre outros adjetivos nada elogiosos. Hoje, a capital da Escócia é um daqueles lugares que se destaca em qualquer roteiro turístico, e por razões bem diferentes. Conhecida como Cidade dos Festivais, Edimburgo é uma mistura única de arte, música e beleza visual, acrescidas de algo que poderia tentar ser descrito como uma viagem de volta no tempo, que nos remete à época dos castelos e das disputas entre clãs rivais.

   

Esqueça o conceito tradicional que você tem de uma cidade e pense num lugar onde quase todas as construções foram erigidas com pedras de cor cinza. Um lugar dominado por um castelo no topo de uma colina, como que vigiando toda a cidade abaixo. Um lugar onde os prédios lembram mansões góticas e onde histórias de séculos passados parecem nos espreitar em cada esquina. Adicione a isto uma gente alegre, que se orgulha de suas tradições. Onde os homens usam kilts coloridos e as crianças aprendem desde cedo a tocar gaitas de foles. Um lugar frio, mas com um povo de alma quente, onde cada dia de sol parece renovar tudo. Admita, um lugar assim não é algo muito especial?

 

Edimburgo é uma cidade grande, no entanto, as principais atrações turísticas estão na região central e podem ser visitadas a pé. O eixo principal da cidade é ao longo das ruas Princess Street e Royal Mile. Enquanto a primeira centraliza o comércio formado pelas principais lojas de departamento, a segunda reúne o comércio voltado principalmente para o turismo. Ao lado um trecho da Royal Mile, parte mais antiga da cidade. Com suas antigas construções de pedra, este é um lugar ideal como introdução de Edimburgo. A Royal Mile percorre aproximadamente dois quilômetros, ligando o castelo, numa extremidade, ao palácio Holyroodhouse, na outra.

Vídeo: Percorrendo o Centro de Edimbugo

O roteiro cultural de Edimburgo não pode esquecer da National Gallery of Modern Art (75 Belford Road), prédio construído em 1820 e a da tradicional Royal Scottish Academy (The Mound). Visite ainda a St Giles' Cathedral, principal catedral de Edimburgo, cujas origens datam do ano 1120. No dia em que percorríamos esta rua vimos a chegada dos familiares para uma cerimônia de casamento, e foi interessante observar os costumes locais, pois as famílias do noivo e da noiva usavam kilts com as cores e padrões de suas respectivas família. A catedral está situada no Royal Mile. Neste dia fizemos um vídeo da chegada dos noivos na catedral.

 

O principal comércio da cidade, com lojas de todo tipo, situa-se ao longo da Princes Street, a principal avenida de Edimburgo, onde está este monumento em homenagem à Sir Walter Scott, um dos maiores escritores escoceses. Esta avenida é a principal passarela da cidade, e costuma estar lotada de gente e veículos, durante todo o dia. Também é daqui que partem tours de uma ou duas horas de duração pelos principais pontos turísticos da cidade, o que é uma excelente opção para quem tem pouco tempo e quer ter uma visão geral da cidade.

Logo em frente fica um excelente ponto para compras, o shopping St. James, o maior da cidade, na esquina de Princes e Leith Street. E para aprender um pouco sobre a cultura local alguns pontos recomendados são House Museum, Edinburgh Crystal Visitor Centre, Georgian House, National Gallery of Scotland e Craigmillar Castle, cada um mostrando um aspecto da cidade e seu povo.

 

Para ter uma bela vista de toda cidade vá até o topo da colina Calton Hill, onde fica o observatório e o monumento ao almirante Nelson. De lá dá para ver à distância, o litoral, e mais abaixo tanto a cidade antiga como a nova. A nova Edimburgo, que começou a ser construída em 1767 ao longo das ruas Princes, George e Queen, têm um traçado geométrico e harmônico. A cidade é banhada pelo rio Firth of Forth, que pode ser visto no parte de cima desta foto, indo depois desaguar no Mar do Norte.

 

O Palace of Holyroodhouse é outra boa sugestão de visita, mesmo porque está situado a uma curta caminhada do centro. Ele é a residência oficial na Escócia da rainha Elizabeth. Sua construção começou em 1128, e tinha como utilidade principal servir como mosteiro, mas acabou servindo como residência de inúmeros reis e rainhas escoceses, incluindo a famosa Mary, Queen of Scots, entre 1561 e1567. Como Holyroodhouse desempenha funções oficiais, geralmente a visita só pode ser feita na parte externa do castelo.

 

Os tecidos Tartan são a marca registrada de cada tradicional família escocesa, tão importantes como o próprio nome. O padrão e as cores do tecido quadriculado que você veste mostra para todos qual é sua ascendência familiar (o seu Clan). Existem dezenas de tartans diferentes, como por exemplo, os das famílias Gordon, Buchanan, MacBeth, Urquhart, MacDonald, MacIntosh, Wallace, Douglas... a lista é enorme. Nesta loja do centro de Edinburgh, especializada na venda de artigos Escoceses, encontramos vários tartans diferentes, dentre as quais o tartan vermelho de minhas origens escocesas, o tartan Grierson. Mas mesmo que você não venha de nenhuma família escocesa pode comprar o tartan que quiser, nem que seja para fazer uma fantasia.

Como todo mundo sabe, o whisky escocês é um dos mais famosos produtos do país, e se você tem curiosidade em saber mais sobre o assunto visite o Scotch Whisky Heritage Center, no centro da cidade. Tudo sobre o assunto está aqui. Lá estão à venda deliciosos chocolates recheados com Whisky. Também há um passeio num trenzinho contando os 300 anos de história desta bebida. Outra opção é visitar uma das destilarias de whisky que existem às dezenas nesta região, quase todas abertas à visitação.

 

Esta foto também foi feita na tradicional Royal Mile, ideal para quem procura artigos típicos. Mas se procura uma loja com muita variedade, tais como casacos de pura lã cashemere ou a tradicional lã grossa, tecidos kilt (como também são chamados os Tartans), CDs com musica típica, biscoitos amanteigados, e muito, muito mais, o melhor lugar está na Bangor Road 70, Leith, no Clan Tartan Centre da James Pringle Weavers of Inverness. Fica a uns 3 km do centro, na direção do litoral. Existem outras lojas da rede pela cidade, mas esta é a melhor e maior.

 

Edinburgh tem muitas áreas verdes, como o Princes Street Gardens e o Queen Street Gardens. Entre os principais eventos da cidade dos festivais estão o Festival Fringe, O International Festival e o Military Tattoo. Se você estiver na cidade na passagem do ano não pode perder o Hogmanay, considerado pelos moradores daqui como o mais Escocês de todos os festivais.

Mas mesmo que você não passe lá em nenhuma data especial pode estar certo que vai encontrar muitos gaiteiros pelas ruas e parques da cidade. Uma preferência entre os turistas eles sabem que todo mundo adora bater fotos ou filmar, por isso parecem estar em todo lugar, posando para turistas que não se incomodem em lhes dar uma contribuição.

 

Video: Gaiteiro Escocês

 

Situado bem no coração de Edimburgo, seu castelo é considerado o próprio símbolo da nação Escocesa. Passear nele é como visitar uma pequena cidade, sempre lotada de turistas. Uma de suas partes mais interessantes é o Scotttish United Services Museum, onde estão relíquias e armas militares de diversas épocas. Todas os dias, do pátio do castelo, é feita uma saudação em direção à cidade, com o disparo de um de seus históricos canhões, assustando aos turistas por causa do barulho ensurdecedor. 

A construção do castelo de Edinburgh foi iniciada há 1300 anos. Situado no topo de um rochedo vulcânico ele pode ser visto de quase Vítodos os pontos da cidade.

Vídeo: Edimburgo vista do Castelo

Passeando num castelo nos arredores de Edinburgh encontramos este grupo vestido com tradicionais saiotes kilt, tocando gaita de foles, e coletando doações para uma instituição. Este grupo se apresentada frente ao Palácio de Scone. Aliás, se você gosta de gaitas de fole e tradições Escocesas não deixe de ir ao Jamie's Scottish Evening, show com show que dá uma visão geral das coisas e tradições escocesas. É uma mistura de jantar com diversos pratos típicos, bebidas, apresentações de música e dança típica. As apresentações acontecem quase todas as noites no Thistle Hotel, 107 Leith Street.

 

No mês de agosto é comemorado um dos principais eventos da cidade, O Edinburgh MIlitary Tattoo, que consiste na apresentação de bandas militares típicas Escocesas, que com roupas tradicionais, armas e gaitas de fole, dramatizam os principais eventos da história do país, com reproduções de batalhas e tudo mais. É celebrado na área frente ao castelo, e se repete várias noites durante o festival. Se você quiser assistir das arquibancadas, procure comprar os ingressos com antecedência, porque a procura por lugares é muito grande. Ao lado, uma foto de divultação turística do evento.

 

Já estivemos em Edimburgo duas vezes, mas na verdade não foi suficiente, e ainda ficou aquela vontade de voltar e ver outras tantas coisas que não tivemos chance de conhecer. Edinburgh é uma cidade elegante, capital de um país que ama suas tradições e com um povo que tem orgulho em preservá-las e apresentá-las para os visitantes. Mas principalmente é uma terra de pessoas hospitaleiras, e que sabe receber muito bem e deixar boa impressão. É com certeza um lugar que merece ser visitado muitas e muitas vezes.

 

 

A música desta página é a tradicional canção Scotland the Brave. Para interromper a execução clique em X (parar)

Hark, when the night is falling
Hear, hear the pipes are calling
Loudly and proudly calling
Down through the Glen

There where the hills are sleeping
Now feel the blood a-leaping
High as the spirits Of the old highland men.

Calling in gallant fame
Scotland my mountain hav'n
High may your proud standards
Gloriously wave

Land o' my high endeavor
Land o' the shining river
Land o' my heart forever
Scotland the brave

High in the misty highlands
Out by the purple islands
Brave are the hearts that beat
Beneath Scottish skies

Wild are the winds to meet you
Staunch are the friends that greet you
Kind as the light that shines
From fair maiden's eyes.